h. | 30/07/2014

Últimas Notícias

Nova améria está perto de acertar aquisição em SP
 
O grupo NovAmérica, dono da marca União, líder em açúcar no varejo, anunciou ontem que negocia a compra da usina Pau D"Alho, em Ibirarema (SP). A unidade fica próxima da maior planta da companhia, a Tarumã, e é estratégica para os planos de expansão da empresa.

Na região de Ibirarema, onde está instalada a Pau D"Alho, o grupo já possui aproximadamente 500 mil toneladas de cana em terras arrendadas. No fim do ano passado, o grupo constituiu uma empresa agrícola, a Ibirarema Agroenergia, para administrar essas terras arrendadas pela companhia na região e também firmou parceria comercial com a Pau D"Alho, que passou a industrializar a matéria-prima para a empresa controlada pela família Rezende Barbosa.

Se concretizada a aquisição, a NovAmérica passará a controlar quatro usinas de açúcar e álcool no Estado de São Paulo. No Mato Grosso do Sul, o grupo possui dois projetos "greenfield" (construção) - um no município de Caarapó, que está em fase mais adiantada, e outro em Naviraí, que ainda não saiu do papel.
A unidade de Pau D"Alho estava sendo cobiçada por um outro grupo paulista. A usina é considerada de médio porte, com uma capacidade de processamento de cerca de 1,3 milhão de toneladas de cana. No entanto, a área onde está instalada tem condições favoráveis para expansão agrícola.

Desde que passou a controlar a marca União, que pertencia à Copersucar, a NovAmérica mantém parcerias com usinas de açúcar para o fornecimento do produto. A Açúcar Guarani, do grupo francês Tereos, também é uma de suas parceiras comerciais.
Com faturamento de cerca de R$ 1,5 bilhão, a NovAmérica processa cerca de 9,5 milhões de toneladas, boa parte concentradas nas unidades Tarumã e Maracaí, e um volume menor, na unidade Paraguaçú-Parálcool, em Paraguaçu Paulista (SP), adquirida pelo grupo em novembro de 2007, com capacidade para 1,3 milhão de toneladas por safra.

Controlado pela família Rezende Barbosa, o grupo, fundado há 61 anos, possui também propriedades de laranja, com 3 mil hectares plantados no Estado de São Paulo, e áreas voltadas para pecuária de corte, com fazendas no Centro-Oeste do país. No ano passado, o grupo estudava fazer investimentos em uma usina de açúcar e álcool no Paraguai, em propriedades que pertencem à família. Mas esse projeto deverá ser engavetado, uma vez que não os acionistas da família não chegam a um acordo sobre esse investimento, segundo apurou o Valor.

Valor Econômico
 
 
Clique aqui para mais notícias...


 
voltar topo
Copercana - Todos os direitos reservados ©2014
Rua Dr. Pio Dufles, 510 - Sertãozinho/SP - Tel.: +55 (16) 3946-3300
Desenvolvido pela Williarts Internet