h. | 29/06/2017

Notcias do Sistema

Boas perspectivas de safra no Brasil derrubam preços do açúcar em Nova York e Londres
31/03/2017
 
Nesta quinta-feira (30), os preços do açúcar na bolsa de Nova York caíram pela quarta vez na semana, acumulando perdas de 75 pontos (4,24%). Segundo análise do Valor Econômico de hoje (31) a desvalorização deve-se às perspectivas favoráveis para a safra 2017/18, que pressionaram os contratos.

"Devido à elevada produção de açúcar no Brasil, bem como ao aumento da oferta na Índia, na Tailândia e na União Europeia, é provável que o mercado global de açúcar tenha um superávit na oferta na safra 2017/18", avalia o Commerzbank em nota ao jornal.
O vencimento maio/17 da bolsa norte-americana caiu 31 pontos, com preços firmados em 16.81 centavos de dólar por libra-peso. A tela julho/17 teve queda de 28 pontos na sessão de ontem, com o açúcar comercializado a 16.94 centavos de dólar por libra-peso. Outubro/17 também sofreu queda de 28 pontos. Já as demais cotações caíram entre 22 e 27 pontos.
Em Londres, o vencimento julho/17 caiu 6,30 dólares, com negócios firmados em US$ 479,00 a tonelada. Na tela agosto/17, a tonelada fechou em US$ 476,70, baixa de 5,80 dólares. O lote outubro/17 sofre queda de 6,60 dólares, com preços vendidos a US$ 466,30. Dezembro/17 e março/18 fecharam desvalorizados em 4,10 dólares. Maio/18 caiu 3,50 dólares.

Mercado doméstico
No mercado interno, os preços do açúcar voltaram a cair, de acordo com os índices do Cepea/Esalq, da USP. A saca de 50 quilos do tipo cristal desvalorizou 1,28%, com negócios firmados em R$ 73,79.

Etanol
Os índices do etanol diário também registraram a quarta queda consecutiva ontem (30). O biocombustível foi vendido a R$ 1.519,00 o metro cúbico, baixa de 1,36% em relação à véspera.

Fonte: Agência Udop de Notícias
 
 
Clique aqui para mais notcias...


 
voltar topo
Copercana - Todos os direitos reservados ©2017
Rua Dr. Pio Dufles, 510 - Sertãozinho/SP - Tel.: +55 (16) 3946-3300
Desenvolvido pela Williarts Internet